CÂNCER COLORRETAL E A IMPORTÂNCIA DA PREVENÇÃO E DIAGNÓSTICO PRECOCE NA PROMOÇÃO DA SAÚDE

Code: 230513128
19
0
Título

CÂNCER COLORRETAL E A IMPORTÂNCIA DA PREVENÇÃO E DIAGNÓSTICO PRECOCE NA PROMOÇÃO DA SAÚDE

Autores(as):
  • Bárbara Pires

    PIRES, B. B.

  • Liana Pereira

    PEREIRA, L. M.

  • Celso Silva Filho

    SILVA FILHO, C. O.

  • Mariany Albuquerque

    ALBUQUERQUE, M. P. A.

  • Orisman Rocha Filho

    ROCHA FILHO, O. M. de S.

  • Narah Barbosa

    BARBOSA, N. B.

  • Débora Silva

    SILVA, D. A.

  • Beatriz Ribera

    RIBERA, B. A.

  • Cleber Leite

    LEITE, C. Q.

  • Brian Santos

    SANTOS, B. F.

DOI
10.37885/230513128
Publicado em

30/06/2023

Páginas

85-97

Capítulo

7

Resumo

O câncer colorretal (CCR) é a neoplasia maligna mais comum do trato digestivo e a terceira causa de câncer relacionada à mortalidade no mundo. O rastreio desta enfermidade pode ser realizado por meio de um exame de imagem chamado colonoscopia, que encontra e remove lesões pré-malignas no intestino grosso. O CCR tem seu desenvolvimento a partir de uma progressão tumoral ordenada com diversas alterações genéticas distintas e cumulativas. Grande parte desses tumores se inicia a partir de pólipos, lesões benignas que podem crescer na parede interna do intestino grosso. Uma maneira de prevenir o aparecimento dos tumores é a detecção e a remoção dos pólipos antes de eles se tornarem malignos. A sobrevida para este tipo de neoplasia é considerada boa, se a doença for diagnosticada em estágio inicial. Os principais sinais e sintomas que os pacientes apresentam são: alterações do habito intestinal, diarreia ou obstipação e, por vezes, ambos, bem como enterorragia, dor abdominal e massa tocável. O rastreamento do câncer de cólon e reto no Brasil é recomendado pelo Caderno de Atenção Primária (CAB 29) para pessoas de 50 a 75 anos, por meio de exames como o sangue oculto nas fezes, colonoscopia ou sigmoidoscopia. O diagnóstico precoce é essencial para um melhor prognóstico e tratamento bem-sucedido, esse é feito por meio de uma combinação de exame físico, testes de imagem e análises de amostras de sangue e tecido. Já o tratamento do câncer colorretal depende do tamanho, localização, extensão do tumor e saúde geral do paciente. Diante disso, o rastreamento do CCR é de grande importância em saúde pública, a fim de elevar a taxa de sobrevida e reduzir a mortalidade da doença.

Palavras-chave

Câncer Colorretal, Neoplasias Colorretais, Prevenção Primária, Diagnóstico Precoce, Atenção à Saúde

Autor(a) Correspondente
Licença

Este capítulo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

O conteúdo do capítulo e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.