BIOECONOMIA DOS PRODUTOS NÃO MADEIREIROS DO CERRADO: PRINCIPAIS ESPÉCIES ABORDADAS NA LITERATURA

Code: 210504866
53
9
Título

BIOECONOMIA DOS PRODUTOS NÃO MADEIREIROS DO CERRADO: PRINCIPAIS ESPÉCIES ABORDADAS NA LITERATURA

Autores(as):
  • Janaína Deane de Abreu Sá Diniz

    Diniz, Janaína Deane de Abreu Sá

  • Sandra Regina Afonso

    Afonso, Sandra Regina

  • Maria de Fátima de Brito Lima

    Lima, Maria de Fátima de Brito

DOI
10.37885/210504866
Publicado em

01/07/2021

Páginas

17-28

Capítulo

1

Resumo

O bioma Cerrado ocupa 23,92% do território brasileiro, garantindo a subsistência de populações humanas que aliam a produção de bens agrícolas à conservação das florestas por meio do agroextrativismo. Buscou-se com esse trabalho levantar informações em portais de instituições governamentais e não governamentais, bem como realizar uma revisão de literatura, com o objetivo de dar visibilidade à produção científica e às informações produzidas sobre o tema bioeconomia do Cerrado. Para tanto, através de motores de busca relacionados a produtos florestais não madeireiros (PFNM), produtos da sociobiodiversidade, Cerrado e bioeconomia, identificou-se publicações que envolvam espécies do bioma e que possam servir de referência para grupos de pesquisadores. Foram encontradas 933 respostas, sendo 412 no portal da Capes; 55 no da Embrapa; 130 na plataforma Researchgate e 337 na Scielo. Após análise quanto à real abordagem do tema, foram selecionados 37 artigos. Partindo-se dos artigos foram levantadas 30 espécies de interesse econômico distribuídas nas regiões Centro-Oeste, Nordeste, Norte e Sudeste. Das 30 espécies encontradas, 29 foram tratadas nos 37 artigos revisados, sendo que o pequi foi citado em 16 destes, seguido do babaçu (9), baru (8), buriti (7), mangaba (7), jatobá (6), araticum ou marolo (5) e fava d´anta (3). Concomitantemente, foram levantadas informações em portais que tratam da produção e comercialização de produtos florestais não madeireiros oriundos do bioma. Embora pelo menos 20 das espécies pesquisadas sejam invisibilizadas pelas estatísticas nacionais, o presente levantamento aponta a diversidade de PFNM de interesse econômico com potencial para o desenvolvimento da bioeconomia do Cerrado.

Palavras-chave

Produtos florestais não madeireiros, Cerrado, Bioeconomia, Agroextrativismo, Produtos da sociobiodiversidade.

Autor(a) Correspondente
Licença

Este capítulo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

O conteúdo do capítulo e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.