AVALIAÇÃO DO CONHECIMENTO E CONDUTA DE CIRURGIÕES-DENTISTAS SOBRE HALITOSE

Code: 201001682
8
1
Título

AVALIAÇÃO DO CONHECIMENTO E CONDUTA DE CIRURGIÕES-DENTISTAS SOBRE HALITOSE

Autores(as):
  • Fernanda Gnatta

    Gnatta, Fernanda

  • Camila Rossi

    Rossi, Camila

  • Douglas Ferla

    Ferla, Douglas

  • Juliane Butze

    Butze, Juliane

DOI
10.37885/201001682
Publicado em

01/12/2020

Páginas

75-85

Capítulo

7

Resumo

Objetivo: O presente estudo teve como objetivo avaliar o conhecimento técnico-científico e a conduta de Cirurgiões-Dentistas a respeito da halitose. Métodos: 88 profissionais foram entrevistados através de um questionário com perguntas objetivas acerca da atuação dos mesmos frente a casos de pacientes com halitose. Os dados foram apresentados através de uma análise descritiva pelo programa Excel. Resultados: Os resultados mostraram que a maioria dos pesquisados eram do sexo feminino (65%) com idade média de 36 anos. A maioria dos profissionais acredita que o mau hálito tem como origem principal a cavidade bucal (80%) e como segunda origem o estômago (42%). Apenas 15% dos profissionais costumam realizar exames para diagnóstico. Quando perguntado se o profissional trata a halitose de seus pacientes, 47% dos profissionais tratam a halitose e 25% encaminham para outros profissionais. Dos profissionais que tratam a halitose, o tratamento de primeira escolha é alterações nos hábitos de higiene bucal, seguidos de alteração nos hábitos de alimentação. Conclusão: De acordo com os resultados obtidos com esse trabalho podemos concluir que há uma carência de conhecimento acerca deste problema, porém os profissionais entrevistados têm interesse em estudar o assunto, tanto para seu autoconhecimento, quanto para o tratamento da doença.

Palavras-chave

Halitose. Conhecimento. Odontólogo.

Autor(a) Correspondente
Licença

Este capítulo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

O conteúdo do capítulo e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.