AVALIAÇÃO DA VARIÁVEL "E" DOS CRITÉRIOS DE ESG (ENVIRONMENTAL, SOCIAL AND CORPORATE GOVERNANCE) DA SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL NAS EMPRESAS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E SANEAMENTO LISTADAS NA B3

Code: 220508903
Downloads
56
Views
23
Compartilhe
Título

AVALIAÇÃO DA VARIÁVEL "E" DOS CRITÉRIOS DE ESG (ENVIRONMENTAL, SOCIAL AND CORPORATE GOVERNANCE) DA SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL NAS EMPRESAS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E SANEAMENTO LISTADAS NA B3

Autores(as):
  • Carlos Alberto Di Agustini

  • Biagio Fernando Giannetti

DOI
  • DOI
  • 10.37885/220508903
    Publicado em

    30/07/2022

    Páginas

    45-69

    Capítulo

    3

    Resumo

    O nível crítico das águas dos reservatórios e das hidrelétricas brasileiras representa o rompimento da 1ª condição da sustentabilidade. A soma do volume de afluência menos a soma do volume de defluência, resulta em estoque desfavorável ao sistema nacional. Neste estudo, apresentamos uma metodologia de contabilidade ambiental que mensura o uso de recursos por unidade comum de eMergia solar, com objetivo de avaliar a variável "E" dos critérios de ESG (environmental, social e corporate governance) na interação de variáveis de sustentabilidade ambiental nas empresas de 2009abastecimento de água e saneamento listadas na BM&FBOVESPA em 2022. A mensuração foi realizada mediante definição das fronteiras do sistema de cada empresa com as fontes de energia e materiais que a alimentam. Um diagrama de energia do sistema foi construído e resumido em um diagrama agregado dos fluxos de energia. A partir do inventário das entradas de energia e materiais das empresas no exercício de 2021, foram inventariados os recursos R, N e F, em unidades, transformidades e eMergia/unidade. Foi verificado se os consumidores estão pagando, em seJ/J ou seJ/R$, os recursos recebidos dos ecossistemas naturais quando compram produtos e serviços pagos em dinheiro. O cálculo dos indicadores da contabilidade em eMergia (EYR, ELR e SI) e o diagrama ternário em eMergia e suas linhas de sustentabilidade indicaram posições das empresas em relação aos indicadores de sustentabilidade ambiental. Os investidores na B3 reconhecem e percebem valor positivo das empresas rotuladas como sustentáveis ambientalmente. No período de 2015 a 2021 o ISE obteve melhor performance em relação ao Ibovespa. Os clientes das empresas CASAN, COPASA, SABESP e SANEPAR pagaram nas tarifas de água e tratamento de esgotos, em R$ médios, 82% da eMergia total recebida. Há uma relação de desvantagem entre a biosfera e o sistema de tratamento de água e esgotamento sanitário operado pelas empresas avaliadas.

    Ler mais...
    Palavras-chave

    Esg, Sustentabilidade, B3, Ações.

    Licença

    Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

    Licença Creative Commons

    O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

    Este site utiliza cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Ao continuar você concorda com a nossa política de utilização de cookies.

    Continuar