AUTOPERCEPÇÃO NO ÍNDICE DE DISFUNÇÕES OSTEOMUSCULARES EM ACADÊMICOS DE ODONTOLOGIA SEDENTÁRIOS E NÃO SEDENTÁRIOS

Code: 210605145
6
2
Título

AUTOPERCEPÇÃO NO ÍNDICE DE DISFUNÇÕES OSTEOMUSCULARES EM ACADÊMICOS DE ODONTOLOGIA SEDENTÁRIOS E NÃO SEDENTÁRIOS

Autores(as):
  • Bárbara Kellen Antunes Borges

    Borges, Bárbara Kellen Antunes

  • Jéssica Polyana Soares Nunes

    Nunes, Jéssica Polyana Soares

  • Rafaella Silva Oliveira

    Oliveira, Rafaella Silva

  • Thiago Alves Xavier dos Santos

    Santos, Thiago Alves Xavier dos

DOI
10.37885/210605145
Publicado em

30/07/2021

Páginas

35-44

Capítulo

3

Resumo

O estudo avaliou o índice de disfunções osteomusculares em acadêmicos de odontologia sedentários e não sedentários, sendo caracterizado como descritivo, transversal e quantitativo. A amostra foi composta de 75 alunos matriculados no oitavo e nono período do curso de graduação em odontologia, da instituição privada de Montes Claros- MG. Foram avaliados os níveis de atividades físicas por meio do Questionário internacional de atividade física (IPAQ) em sua versão curta e sintomas osteomusculares através do Questionário Nórdico de Sintomas Osteomusculares. Os dados foram tabulados, codificados e analisados no programa estatístico S.P.S.S. versão 22.0. em que se realizou os testes de análise de variância (ANOVA) para comparações múltiplas, o teste de Mann- Whitney para amostras não pareadas e o teste Tukey, com p<0,05, para verificação da existência de significância estatística. Segundo a classificação IPAQ, 18 indivíduos foram classificados como ativos (24%), 29 insuficientemente ativos (38,7%) e 28 sedentários (37,3%). Constatou-se que, tais alunos apresentaram presença de alguma dor/ desconforto, sendo parte inferior e superior das costas, pescoço, ombros, punhos e mãos as regiões mais acometidas. Conclui-se que, apesar de se tratar de uma maioria jovem, houve uma alta prevalência do índice de disfunções osteomusculares. Além disso, fica evidente que tais condições são mais comuns em acadêmicos que não realizam nenhuma ou pouca atividade física.

Palavras-chave

Disfunções osteomusculares. LERs/DORTs. Odontologia. Ergonomia.

Autor(a) Correspondente
Licença

Este capítulo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

O conteúdo do capítulo e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.