AS INFECÇÕES RESPIRATÓRIAS AGUDAS NA INFÂNCIA COMO PROBLEMA DE SAÚDE PÚBLICA NO BRASIL

Code: 220709304
Downloads
30
Views
18
Compartilhe
Título

AS INFECÇÕES RESPIRATÓRIAS AGUDAS NA INFÂNCIA COMO PROBLEMA DE SAÚDE PÚBLICA NO BRASIL

Autores(as):
  • Antônio Augusto Moreira Barbosa

  • Daniel Soares da Silva

  • Luisa Bandeira Castilho

  • Maria Clara Costa de Oliveira

  • Maria Eduarda Gonzaga Zotti

  • Flávia Perassa de Faria

DOI
  • DOI
  • 10.37885/220709304
    Publicado em

    30/09/2022

    Páginas

    70-79

    Capítulo

    5

    Resumo

    Introdução: As infecções respiratórias agudas (IRA) são processos infecciosos autolimitados que acometem o aparelho respiratório com elevada incidência e taxa de mortalidade na primeira infância, constituindo um relevante problema de saúde pública. Objetivo: Descrever de que forma as infecções respiratórias agudas na infância impactam na saúde pública do Brasil. Métodos: Revisão integrativa de literatura, por meio do levantamento bibliográfico e síntese dos artigos encontrados nas bases de dados Scielo, MEDLINE e BVS. Resultados: Constatou-se a relação entre a alta prevalência e morbimortalidade das IRA em crianças menores de 5 anos e o reconhecimento e tratamento adequados dessas enfermidades por parte dos profissionais de saúde, assim como o impacto dessas ações nos gastos em saúde pública no país. Conclusão: infecções respiratórias agudas são um problema de saúde pública no Brasil, o qual está diretamente associado à qualidade dos serviços de atendimento à saúde, à indicação correta de exames e a implicação financeira desses fatores.

    Ler mais...
    Palavras-chave

    Infecções respiratórias, Criança, Saúde pública.

    Licença

    Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

    Licença Creative Commons

    O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

    Este site utiliza cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Ao continuar você concorda com a nossa política de utilização de cookies.

    Continuar