ÁRVORES PARA GERAÇÃO DE SERVIÇOS ECOSSISTÊMICOS E BEM-ESTAR EM PAISAGENS RURAIS E URBANAS

Code: 220508935
21
0
Título

ÁRVORES PARA GERAÇÃO DE SERVIÇOS ECOSSISTÊMICOS E BEM-ESTAR EM PAISAGENS RURAIS E URBANAS

Autores(as):
  • Bruna Aparecida da Silva

    Silva, Bruna Aparecida da

  • Daves Giovanni Berteloni

    Berteloni, Daves Giovanni

  • Gelton Fernando de Morais

    Morais, Gelton Fernando de

  • Jamily da Silva Fernandes

    Fernandes, Jamily da Silva

  • Adriana Cavalieri Sais

    Sais, Adriana Cavalieri

  • Eliana Cardoso-Leite

    Cardoso-Leite, Eliana

  • Renata Evangelista de Oliveira

    Oliveira, Renata Evangelista de

DOI
10.37885/220508935
Publicado em

14/10/2022

Páginas

57-72

Capítulo

5

Publicado no livro

CADERNO COMUNICA - VOLUME 1

Resumo

A grande maioria das espécies arbóreas é de uso múltiplo, ou seja, pode fornecer vários tipos de produtos - e mesmo serviços - nos locais onde são implantadas e manejadas, seja em áreas urbanas ou rurais. A inserção do componente arbóreo pode, em função dos vários serviços ecossistêmicos (de provisão, regulação, suporte ou culturais) que é capaz de prestar, aumentar a chamada multifuncionalidade, desejada atualmente para as paisagens brasileiras, por estar relacionada à geração de bem-estar, saúde e qualidade de vida para as pessoas e o ambiente, e à conservação da biodiversidade. Apresentamos aqui os resultados de dois levantamentos, realizados em áreas urbanas, periurbanas e rurais no município de Araras (SP), voltados a identificar as espécies arbóreas escolhidas, plantadas e mantidas pelas pessoas, e suas funções e usos, relacionados a diferentes serviços ecossistêmicos, a partir de seus modos de vida, valores, história, tradição e cultura. Foram listadas 104 espécies, cultivadas para fornecimento de alimentos, lenha e adubo, para uso medicinal, geração de sombra, uso ornamental e uso religioso. Todos os serviços ecossistêmicos foram identificados: 63 espécies fornecem serviços culturais, 59 serviços de provisão, 34 de regulação e 2 de suporte. Destaca-se que muitas dessas espécies desempenham mais de uma função. Os resultados demonstram pré-disposição das pessoas em cultivar árvores para múltiplas funções e uma relação próxima com esse componente. Sua manutenção está relacionada ao modo de vida das pessoas e comunidades que fizeram parte destas pesquisas, contribuindo para com a promoção da multifuncionalidade em paisagens urbanas e rurais do município.

Palavras-chave

Espécies arbóreas, Uso múltiplo, Quintais agroflorestais, Assentamentos rurais, Sustentabilidade.

Autor(a) Correspondente
Licença

Este capítulo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

O conteúdo do capítulo e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.