APLICAÇÃO DE TIO2:CE EM MÉTODOS DE DESCONTAMINAÇÃO DE ÁGUAS RESIDUAIS POR MEIO DE PROCESSOS CONJUNGADOS

Code: 230713879
Downloads
9
Views
11
Compartilhe
Título

APLICAÇÃO DE TIO2:CE EM MÉTODOS DE DESCONTAMINAÇÃO DE ÁGUAS RESIDUAIS POR MEIO DE PROCESSOS CONJUNGADOS

Autores(as):
  • Cláudio Roberto Souza

  • Yagly Grasielle Dos Santos Gomes

  • Rívia Aparecida Reinalda Arruda

  • Kamila Pereira De Amorim

  • Mario Junior Godinho

  • Leonardo Santos Andrade

  • Rosana De Fátima Gonçalves

  • Maria Rita De Cássia Santos

  • Maria Fernanda Do Carmo Gurgel

DOI
  • DOI
  • 10.37885/230713879
    Publicado em

    30/09/2023

    Páginas

    28-49

    Capítulo

    2

    Resumo

    Realizar a síntese do óxido de titânio puro e dopado com dez por cento de cério (TiO2:Ce-10%) pelo método dos precursores poliméricos, com calcinação em diferentes temperaturas e avaliar a atividade catalítica desses materiais em reações de degradação do corante orgânico tartrazina (TTZ) por meio dos processos eletroquímico e fotocatalítico, separados e conjugados. A estrutura do TiO2:Ce-10% sintetizado foi caracterizada por difração de raios X (DRX) e microscopia eletrônica de varredura (MEV). O potencial fotocatalítico do TiO2:Ce-10% foi avaliado e comparado ao TiO2 não dopado e ao P25 (fotocatalisador comercial) por meio das técnicas separadas e também conjugadas, em que para o acoplamento das técnicas foram realizadas eletrólises em três densidades de corrente: 10, 30 e 50 mA/cm2. Nas reações de fotocatálise foi observado um melhor desempenho na atividade fotocatalítica do P25, seguido pelo TiO2:Ce-10% e, por fim, pelo TiO2 não dopado, obtendo, respectivamente, uma descoloração de 100%, 45,92% e 33,9% em 60 min, chegando a 71,2% e 57,0% em 120 min, para o TiO2:Ce-10% e o TiO2 não dopado, em reator de fluxo. Esses resultados indicam que a dopagem do TiO2 melhorou o seu desempenho fotocatalítico em relação ao TiO2 não dopado. Nas reações de degradação do corante via processos eletroquímicos, a eliminação da cor foi de 26,2%, 37,9 % e 40,7% para as densidades de corrente 10, 30 e 50 mA/cm2, respectivamente. Neste caso, a eficiência do processo não está apenas relacionada com a remoção da cor, depende também do consumo energético, que foi de 0,26 KWh/g (10 mA/cm2), 0,88 KWh/g (30 mA/cm2) e 1,85 KWh/g (50 mA/cm2), sendo que a densidade de corrente de 30 mA/cm2 foi a que apresentou melhor custo benefício. Para os três catalisadores em estudo, os processos conjugados (fotoeletroquímico) resultaram em melhor desempenho frente aos processos separados, sendo obtidas taxas de descoloração de 100 % (P25), 48,8% (TiO2:Ce-10%) e 39,0% (TiO2) em 60 min, chegando a 73,3% (TiO2:Ce-10%) e 65,5% (TiO2) em 120 min de reação.

    Ler mais...
    Palavras-chave

    Dióxido de titânio, dopagem, fotocatálise heterogênea, eletroquímica, fotoeletroquímica, degradação de corante.

    Licença

    Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

    Licença Creative Commons

    O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

    Este site utiliza cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Ao continuar você concorda com a nossa política de utilização de cookies.

    Continuar