ANÁLISE DA IMPLANTAÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO DO PROGRAMA PERMANECER: ESTUDO DE CAMPO

Code: 200800841
17
5
Título

ANÁLISE DA IMPLANTAÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO DO PROGRAMA PERMANECER: ESTUDO DE CAMPO

Autores(as):
  • Gabriela Oliveira Almeida

    Almeida, Gabriela Oliveira

  • Thadeu Borges Souza Santos

    Santos, Thadeu Borges Souza

  • Silvana Lima Vieira

    Vieira, Silvana Lima

  • Lilian Barbosa Rosado

    Rosado, Lilian Barbosa

  • Juliete Sales Martins

    Martins, Juliete Sales

  • Joseane Aparecida Duarte

    Duarte, Joseane Aparecida

DOI
10.37885/200800841
Publicado em

10/09/2020

Páginas

227-250

Capítulo

18

Resumo

O Programa Permanecer SUS é estratégia da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (SESAB) que se propõe à implementação dos princípios norteadores da Política Nacional de Humanização, nas unidades de emergência de grandes hospitais da rede própria na macrorregião leste de saúde. Neste estudo compreende-se, inicialmente, o conceito de humanização e das políticas que norteiam o Sistema Único de Saúde (SUS) e objetiva analisar os fatores intervenientes à implantação e implementação do Programa Permanecer SUS/SESAB. Trata-se de uma pesquisa de campo, de abordagem qualitativa, exploratória e descritiva, realizada na Diretoria da Gestão da Educação e do Trabalho na Saúde (DGETS), que compõe a SESAB. Foi utilizado como instrumento de pesquisa entrevistas semi- estruturadas. Participaram do estudo: graduandos bolsistas, diretor e superintendente da DGETS e formulador do programa. Como resultados foram caracterizados fatores favoráveis e desfavoráveis à implantação e implementação. Dentre os favoráveis: influência do programa na formação acadêmica; mudança positiva no perfil das unidades onde o programa está implantado; a conquista da relação com os profissionais e participação diferenciada na vida do paciente. Quanto aos desfavoráveis: resistência do profissional para as mudanças; a desvantagem do avanço tecnológico; relevância do entendimento de que educação não se faz só dentro da escola e falta de prática de humanização. A partir da análise conclui-se que é de extrema relevância o ensino aprendizagem em diversos contextos e níveis de atenção à saúde.

Palavras-chave

Humanização. Humanização da assistência. Profissionais de saúde. Educação. Aprendizagem.

Autor(a) Correspondente
Licença

Este capítulo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

O conteúdo do capítulo e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.