ALBERT CAMUS: EDUCAÇÃO COMO LUZ NO FIM DO TÚNEL

Code: 231215275
5
0
Título

ALBERT CAMUS: EDUCAÇÃO COMO LUZ NO FIM DO TÚNEL

Autores(as):
  • Antônio Carlos Araújo

    Araújo, Antônio Carlos

  • Sebastiana Luciana Ferreira Araújo

    Araújo, Sebastiana Luciana Ferreira

  • Edinara Jane Pinto

    Pinto, Edinara Jane

DOI
10.37885/231215275
Publicado em

04/01/2024

Páginas

45-53

Capítulo

4

Resumo

Exploramos uma discussão moral em sala de aula, empregando a teoria filosófica de Albert Camus, notável por sua trajetória de destaque mesmo sendo de origem humilde e com escassa base de estudos. A discussão abrange temas como suicídio, angústia, existência e revolta, visando proporcionar uma compreensão profunda da realidade absurda. O estudo busca compreender a dignidade do exercício docente, ancorando-se em romances camusianos, especialmente "O primeiro homem". A importância da escola e do professor na vida de Camus é analisada, destacando a interseção entre sua vida, filosofia e a figura do professor como uma luz no fim do túnel até mesmo para Albert Camus, o qual faz questão de retratar seu agradecimento por ocasião do Nobel de 1957.

Palavras-chave

Albert Camus, primeiro homem, papel do professor, realidade absurda, exercício docente.

Autor(a) Correspondente
Licença

Este capítulo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

O conteúdo do capítulo e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.