ADAPTAÇÃO DAS AÇÕES DE EDUCAÇÃO E PREVENÇÃO EM SAÚDE BUCAL DIRECIONADAS AOS ESCOLARES DA REDE PÚBLICA MUNICIPAL DE PRESIDENTE PRUDENTE

Code: 210404368
Downloads
22
Views
39
Compartilhe
Título

ADAPTAÇÃO DAS AÇÕES DE EDUCAÇÃO E PREVENÇÃO EM SAÚDE BUCAL DIRECIONADAS AOS ESCOLARES DA REDE PÚBLICA MUNICIPAL DE PRESIDENTE PRUDENTE

Autores(as):
  • Maria Célia D'angioli Emboaba da Costa

  • Maria Anália de Sousa Silva

  • Luciane Regina Gava Gomes

  • Jorcely Garcia de Moura Faiçal

  • Káthia Mitiyo Miura Ferreira

  • Silvana Regina Ragni da Silva

  • Izabel Rodrigues de Santana

  • Juliane Húngaro de Carvalho

  • Letícia Valentim Aquoti Lúcio

  • Éder da Silva Dolens

DOI
  • DOI
  • 10.37885/210404368
    Publicado em

    03/06/2021

    Páginas

    14-23

    Capítulo

    1

    Resumo

    Objetivo: Reorganizar as ações preventivas no âmbito escolar frente a pandemia da COVID-19. Métodos: A equipe de prevenção odontológica realizou pesquisa bibliográfica e buscou identificar as recomendações das autoridades sanitárias neste tempo de pandemia para identificar as possibilidades e alternativas para as ações preventivas direcionadas aos escolares. Resultados: Como ferramentas utilizadas para a abordagem de educação à distância foi realizada a gravação de atividades com temas de saúde bucal e disponibilização destas para todos os escolares via plataforma de ensino à distância ou envio pelos professores em seus grupos de pais e alunos. Foi criado um canal na internet para a disponibilização dos links com o conteúdo lúdico e foram gravados semanalmente áudios direcionados às famílias para programa de rádio. Para os escolares de risco foi realizada a entrega programada de 3.500 kits de saúde bucal nas escolas públicas municipais, contendo escova dental, creme dental e folheto com orientações de saúde bucal. Além dessas ações, houve a ampliação da integração ensino-serviço por meio de parceria com a UNOESTE para a criação de material educativo gravado pelos estudantes de Odontologia. Buscou-se a articulação intersetorial para as adequações tecnológicas nas práticas educativas em saúde, além da vinculação da distribuição de kits de saúde bucal junto com as cestas básicas, beneficiando assim famílias em risco social. Conclusão: A reorganização das ações preventivas direcionadas aos escolares promoveu o desenvolvimento de ações pragmáticas mais abrangentes e de parcerias intersetoriais. As práticas de educação em saúde estimularam o autocuidado por parte dos indivíduos, famílias e comunidade.

    Ler mais...
    Palavras-chave

    Educação em Saúde Bucal, Serviços de Saúde Escolar, Acesso aos Serviços de Saúde.

    Licença

    Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

    Licença Creative Commons

    O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

    Este site utiliza cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Ao continuar você concorda com a nossa política de utilização de cookies.

    Continuar