A SEXUALIDADE INFANTIL E SEU DESENVOLVIMENTO PARA A PSICANÁLISE: UMA REVISÃO BIBLIOGRAFICA ACERCA DA OBRA DE FREUD 1901-1905

Code: 211106587
Downloads
61
Views
27
Compartilhe
Título

A SEXUALIDADE INFANTIL E SEU DESENVOLVIMENTO PARA A PSICANÁLISE: UMA REVISÃO BIBLIOGRAFICA ACERCA DA OBRA DE FREUD 1901-1905

Autores(as):
  • Ana Lara Silva de Oliveira

  • Vitória Maria Oliveira de Sousa

DOI
  • DOI
  • 10.37885/211106587
    Publicado em

    02/04/2022

    Páginas

    70-79

    Capítulo

    5

    Resumo

    O presente artigo tem como objetivo mostrar um pouco sobre a visão do senso comum sobre o como se dá o desenvolvimento sobre a sexualidade, passeando um pouco sobre o que as pessoas acham que ela é. Trazendo então o olhar de Freud de como essa sexualidade infantil se desenvolve e de que como levamos ela por toda nossa existência. Fazendo uma revisão bibliográfica de usa principal obra sobre a teoria do desenvolvimento da sexualidade, nos permitindo então termos mais contato e entendermos como esse desenvolvimento se dá e que com um tempo é diminuído vamos assim falar e que com a chegada da puberdade essa sexualidade se aflora e a carregamos ao longo da vida.

    Ler mais...
    Palavras-chave

    Desenvolvimento, Infância, Sexualidade.

    Licença

    Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

    Licença Creative Commons

    O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

    Este site utiliza cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Ao continuar você concorda com a nossa política de utilização de cookies.

    Continuar