A SENSAÇÃO DE DOR AO MANUSEIO FISIOTERAPÊUTICO EM NEONATOS SOB CUIDADOS INTENSIVOS: UMA REVISÃO INTEGRATIVA DE LITERATURA

Code: 211006432
Downloads
16
Views
22
Compartilhe
Título

A SENSAÇÃO DE DOR AO MANUSEIO FISIOTERAPÊUTICO EM NEONATOS SOB CUIDADOS INTENSIVOS: UMA REVISÃO INTEGRATIVA DE LITERATURA

Autores(as):
  • Ludimila Gonçalves Sant'Ana

  • Michelly Louise Sartório Altoé Toledo

  • Edna Aparecida Silveira

DOI
  • DOI
  • 10.37885/211006432
    Publicado em

    01/12/2021

    Páginas

    44-56

    Capítulo

    4

    Resumo

    Introdução: A dor neonatal, presente nas UTI’s, e junto aos diversos manuseios e estímulos aos quais os recém-nascidos são submetidos, podem gerar experiências desagradáveis. Portanto, é importante questionar sobre quais técnicas podem causar esse desconforto. Objetivo: Verificar se a fisioterapia está associada a dor em neonatos internados em UTI Neonatal. Materiais e métodos: foram selecionados 27 artigos na base de dados CAPES, LILACS, SciELO, PubMed, PeDro e realizada uma revisão literária entre outubro de 2016 a outubro de 2021. Conclusão: Embora alguns estudos demonstrassem alterações nos escores de avaliação da dor no neonato durante manobras fisioterapêuticas, os mesmos não foram considerados significativos para afirmar que essas técnicas sejam capazes de desencadear dor durante o manuseio. Contudo, alguns sinais como choro, alteração na mímica facial e movimentos corporais, geralmente, são indicativos de dor nos RN’s, exigindo atenção ao surgimento de um ou mais desses sinais durante a intervenção.

    Ler mais...
    Palavras-chave

    Dor, Fisioterapia, Neonatos, Recém-nascido, Unidade de terapia intensiva neonatal.

    Licença

    Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

    Licença Creative Commons

    O conteúdo dos capítulos e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.

    Este site utiliza cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Ao continuar você concorda com a nossa política de utilização de cookies.

    Continuar