A AMAZÔNIA COMO RECURSO: DO DESENVOLVIMENTISMO AO NEODESENVOLVIMENTISMO

Code: 230212065
14
0
Título

A AMAZÔNIA COMO RECURSO: DO DESENVOLVIMENTISMO AO NEODESENVOLVIMENTISMO

Autores(as):
  • Leonardo Costa Dos Santos

    Costa Dos Santos, Leonardo

  • Wilson Andrade

    Oliveira de Andrade, Wilson

DOI
10.37885/230212065
Publicado em

31/03/2023

Páginas

12-20

Capítulo

1

Resumo

O presente trabalho busca a apropriação de linhas de pensamento que contribuam para a análise do ambiente natural amazônico ou, mais precisamente, sobre a concepção de recurso e a sua instrumentalização, através dos planos de desenvolvimento destinados à região amazônica. Esta se apresenta como símbolo da empreitada capitalista diante da sua necessidade orgânica de reprodução de si mesma. É nessa corrente de pensamento hegemônico, que se consolida o distanciamento da imagem da natureza como símbolo da identidade social. No período pós 60, implantou-se o I Plano Nacional de Desenvolvimento, na tentativa de tornar a Amazônia o centro das possibilidades de desenvolvimento econômico do país, por meio da exploração de recursos naturais. Anos depois, em uma outra concepção de desenvolvimento, dessa vez pautado também na premissa de proteção ambiental, foi elaborado o Plano Amazônia Sustentável, embora ainda assentado na lógica de acumulação de capital. Portanto, conclui-se que a fase de planejamento de desenvolvimento é fundamental para sua adequada execução, conforme a realidade local, tendo em vista seus efeitos sobre os recursos, o território e a população ali residente.

Palavras-chave

Recursos Naturais, Amazônia, Desenvolvimento.

Autor(a) Correspondente
Licença

Este capítulo está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

O conteúdo do capítulo e seus dados e sua forma, correção e confiabilidade, são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). É permitido o download e compartilhamento desde que pela origem e no formato Acesso Livre (Open Access), com os créditos e citação atribuídos ao(s) respectivo(s) autor(es). Não é permitido: alteração de nenhuma forma, catalogação em plataformas de acesso restrito e utilização para fins comerciais. O(s) autor(es) mantêm os direitos autorais do texto.